BCC e CCXP: Entendendo as Comic Cons

Por: Adriano Harris

Sabe aquele meme que circulou na internet por um bom tempo, com a Dilma falando “vai ter Copa sim, e se reclamar, terão duas” ? Pois é, troque a Copa por Comic Con, e a brincadeira ficou épica. Vai ter Comic Con sim, e como reclamamos pela falta dessa convenção aqui no Brasil, teremos duas !!

Logo-Brasil-Comic-Con-12.03.2014
Nos dias 15 e 16 de Novembro, a Yamato Corporation trará a Brasil Comic Con, que acontecerá no Centro de Eventos Pro Magno. Em termos técnicos, ela está sendo chamada de 2ª BCC, pois ano passado tivemos um teaser do evento dentro do Anime Friends, mas na minha humilde opinião, ESSA agora vai ser a verdadeira BCC, com a grandeza que uma Comic Con tem que ter. Então para todos os efeitos, vou sempre me referir a essa como sendo a primeira Brasil Comic Con que temos. Deal with it.

MTY4NzRjYjc1M2RjZGY3MjdiNjVhYTg5NmEzOWUyZWI
Já em Dezembro, nos dias 4, 5, 6 e 7 , é a vez do Omelete trazer a Comic Con Experience, no Centro de Exposições Imigrantes.
Os dois eventos tem a mesma proposta, nos trazer uma convenção grande, cheia de artistas importantes do mundo das HQs/séries/filmes/animações, com painéis/palestras, meet-n-greet, estandes, workshops, áreas de exposição e comércio, o mais próximo possível dos moldes da grande San Diego Comic Con. Tarefa difícil, mas sendo bem sincero, me surpreendi em ver o quanto a Yamato e o Omelete estão investindo alto em suas convenções.
A verdade é que quando eu tive a idéia de criar esse texto, lá atrás, quando os eventos tinham acabado de ser confirmados, eu queria que fosse um texto comparativo, mostrando os pontos alto e baixos das Cons e de repente até apontando qual estava valendo mais a pena, já que a entrada não é das mais baratas. Esperei então, até que a maioria das atrações estivessem confirmadas para poder criar a matéria, mas olhando agora para tudo o que já foi anunciado, posso dizer que as duas Cons estão bem iguais. Ambas com ótimas atrações, bons meet-n-greets, muitos quadrinistas de peso de vários selos, e talvez o mais importante, os locais escolhidos para os eventos tem estruturas incríveis.
Se eu precisar apontar um ponto negativo, acho que cabe comentar das datas. Isso, claro, é apenas opinião pessoal, já que você que está lendo pode não necessariamente se incomodar com isso, mas para mim o fato das Cons serem em datas tão próximas me complica a vida. Eu sou do interior de São Paulo, então sempre que vou a capital para um evento há os fatores: gastos com viagem, tempo de viagem, lugar para ficar, correria de evento, mais gastos e tempo de viagem para casa. É cansativo. Não era quando eu tinha meus 19 ou 20 anos, mas agora que tenho quase 30, é. O problema é quando você faz tudo isso, volta pra casa, e em menos de duas semanas tem que fazer tudo de novo, porquê há outro evento que você precisa cobrir. E como não posso ficar em Sampa direto, o que seria o ideal, resta apenas se entregar a correria.
As razões podem ser diferentes para as pessoas, mas tenho certeza que eventos próximos assim complicam para mais gente. Mas, ao mesmo tempo entendo o porquê das Cons serem expremidas nesse fim de ano, se você for ver, é a maior chance que temos dos grandes artistas internacionais virem, já que antes disso eles já são garantidos nas grandes Cons que acontecem lá fora. A própria San Diego Comic Con aconteceu não faz muito tempo.
Sejamos sinceros, trazer essa galera de peso aqui pro Brasil em eventos que estão começando agora pode ser complicado, se tivermos que disputar agenda com as Convenções já conhecidas por lá piora consideravelmente.
Mas, tirando esse detalhe, o que sobra são realmente duas promessas de excelentes eventos. Ambos tem meet-n-greets que eu gostaria muito de ir, como o Paul Zaloom (Beakman) da BCC e o sempre excelente Edgar Barriga, o Sr. Vivar, não péra, o Sr. Barriga da série Chaves, que vai estar na CCXP. Na verdade, o meet-n-greet com o Giancarlo Esposito (Breaking Bad) e com o Takumi Tsutsui (Jiraiya) também me deixam pensativo, mas se eu for pagar o valor cobrado pra todo meet q eu quiser ter, vou me limitar muito pras outras coisas dos eventos.

E falando em valores, jovens, preparem a carteira. Entradas, fotos com os artistas, lojas, alimentação, não espero nada com custo baixo lá. Mas eu também entendo, eventos desse porte lógico que custam caro, e eles vão cobrar o preço. E se a gente for analisar, vamos pegar os Meet de exemplo com preços que vão de R$92,00 até R$190,00, considerando que tem gente por ai que teve que pagar R$800,00 pra tirar uma fotinho sem sal e longe do artista, pegar esses valores das Cons pra algo mais legal não esta nada mal mesmo.

Mas sei que os custos vão ser uma complicação para algumas pessoas, então uma sugestão que eu posso dar é: por mais que seja tentador conhecer, abraçar e tirar uma foto com aquele artista que marcou sua infância, não fazer isso pode te pagar a entrada da outra Con.

Bom, resumindo, eu acho que vale a visita nas duas convenções. A BCC e a CCXP estão realmente grandes, mesmo ainda tendo várias coisas a ser anunciadas, elas já estão lindas. Sempre lembrando que como se trata da primeira vez que teremos isso, pode ter alguma imperfeição aqui e ali, mas vai ser através do feedback de todo mundo que eles vão melhorar isso nos anos seguintes. Então, se você puder, vá nas duas, acho que valerá muito a pena. Caso você possa ir apenas em uma, veja bem a programação, escolha a com conteúdo que você mais quer ver, e vá sem medo, porquê dificilmente você terá o arrependimento de “essa con foi horrível, deveria ter escolhido a outra”. Acho que as duas serão muito bem feitas e divertidas.

Pra finalizar, quero avisar que o Covil Geek vai lançar uma série de matérias com as novidades das duas Cons, pra galera já ir ficando esperta, e também quero deixar aqui os sites oficiais do BCC e da CCXP, para vocês ficarem por dentro de tudo, principalmente da área de venda de ingressos, preços, pacotes, essas coisas.

Brasil Comic Con

Comic Con Experience

E é isso galera, obrigado por acompanharem mais esse texto, e espero ver todos vocês nas Cons !!!