Covil de Livros 38 – Pra que serve a Literatura?




Feliz Dia do Podcast para nós, amigos do Covil de Livros! Hoje o CL conta com diversas participações de outros podcasters e ouvintes para tentar responder uma pergunta capciosa: pra que serve a literatura? E para ajudar Basso e Edu à coordenar a discussão sobre esse tema vieram o Marcos Dorian Sá e a Domenica Mendes, ambos estreantes aqui no Covil de Livros!

Então, embarquem nessa discussão pouco polêmica com nossos amigos.

E para marcar o dia do podcast, pedimos que vocês divulguem o Covil de Livros ou algum outro podcast em suas redes socias com a hastag #diadopodcast ou #oucopodcast. Assim vocês ajudam nossa mídia querida neste dia.

PODCASTS RECOMENDADOS

 

Quer falar com a gente? Então…

itunes logotwitter-logo-300x168Logo-Facebook-300x168Feedburner-logo-300x225

 

Ou mande um e-mail para COVILDELIVROS@COVILGEEK.COM.BR

  • Elizeu Gerlach

    Conheço algumas pessoas que enchem o peito de orgulho pra falar que nunca leram um livro na vida. Sinceramente, tem que ser muito ignorante pra falar com orgulho que não lê. Acredito que isso é principalmente um problema cultural, assim como a aversão que muitas pessoas tem aos estudos. O problema é que nas escolas não há muita preocupação em criar o interesse pela leitura nos alunos, muitos professores só passam os livros clássicos por que faz parte da grade da disciplina e pronto. Na época em que fiz o ensino médio essa visão só começou a mudar quando eu estava quase me formando, lembro que os professores fizeram uma vaquinha com todos os alunos, cada um doando 2 reais para comprar livros. Eles compraram Harry Potter, Senhor dos Anéis, As Crônicas de Gelo e Fogo, Crepúsculo, livros do Dan Brown, Eragon e mais alguns livros mais interessantes às vistas de um adolescente. Eu achei a ideia ótima, como já foi falado várias vezes neste e em outros casts, o mais importante objetivo deve ser criar o gosto pela leitura nos jovens e crianças, para que eles cresçam habituados a isso. Eu mesmo comecei lendo Diarios do Vampiro, depois passei pra Dan Brown e hoje tenho como livro preferido O Nome do Vento e estou lendo alguns clássicos da literatura nacional. Acredito que os professores devem focar em apresentar a leitura e ensinar os alunos a não ter preconceitos com nenhum gênero literário e incentivar os estudantes a ler livros de todos os tipos.

    • Oi Elizeu, Edu aqui, então, na minha escola, tanto a que estudei, quanto a que trabalhei, tinham esses livros todos na biblioteca, mas os alunos nunca se importavam(viviam me olhando torto por passar intervalo lendo na biblioteca) é algo geral na sociedade a falta de estimulo a leitura, claro alguns descobrem sozinhos, mas quase sempre vem de casa esse gosto, pela mina experiencia

      • Elizeu Gerlach

        Eu fui um que descobriu sozinho. Realmente é um problema cultural, meus pais vivem reclamando que a novela x ta muito ruim, mas quando eu digo pra eles desligarem a tv e pegarem um livro pra ler eles me ignoram. Infelizmente na nossa cultura ler é tratado como algo trabalhoso e nunca é incentivado, inclusive nas escolas a leitura em muitos casos é visto como algo pejorativo e de cdf pelos outros alunos. Na minha também não havia muito interesse por parte dos adolescentes, mas pelo menos quando o professor obrigava os estudantes a ler um livro e fazer resenha, tinham essas opções mais “adequadas” aos gostos mais jovens.
        Se tem um meme que representa essa cultura da preguiça na leitura é o “Texto grande demais, vou esperar sair o filme”.