Falha Crítica 145 – Life is Strange

Bem vindos jovens gamers!!! Hoje, Edu, Ricardo e Kamilla se juntam pra falar sobre esse jogo que arrebatou milhares de fãs pelo mundo, suas experiencias, finais, diferenças na gameplay, os problemas de dublagem e os temas polêmicos trabalhados no jogo, tudo isso e muito mais nesse episódio, então, divirtam-se!!!

 

Para assinar o nosso podcast no Itunes, vá para:
Falha Critica no Itunes
Para ver nosso feed ou adicioná-lo por e-mail, vá para:
http://feeds.feedburner.com/falhacritica
Curta o Covil Geek no Facebook!!!
Deixe comentários sobre o que você achou do programa! Ou mande um e-mail para contato@covilgeek.com.br

Quer falar com a gente? Então…


twitter-logo-300x168
Logo-Facebook-300x168

  • Ruan Almeida

    Sem duvida um game muito foda…. Não vejo os gráficos como um defeito do game, se levar em conta o orçamento do game da pra notar que escolhas foram feitas, no resultado final do jogo, temos um game com um gráfico não muito bom, mas com um roteiro, uma ficha de personagens, um bg incríveis, sem falar da trilha sonora que é absurda, quando se sabe o seu limite você pode chegar ao seu máximo, acho que foi isso Dontnod fez,investiu na gameplay, no roteiro e temos como resultado esse game FODA.

    • Disse tudo Ruan, gráficos são legais sim, mas nem de longe o essencial pra um jogo incrível!!! Tá ai a prova disso, mas, mesmo assim, tem muita gente que coloca gráfico como um fator definitivo !