O Dragão Acordou!!!

.

Aviso: se você já conhece o histórico da DB e quer simplesmente saber como contribuir (“shut up and take my money!”), pule direto para o fim dessa matéria ou vá contribuir clicando AQUI. Eu juro que não vou ficar chateado com você 😉

Me paga uma cerveja que eu lhe conto uma história…

Quem foi RPGista nas décadas de 1990 e 2000, numa era onde a internet não era tão difundida ainda (principalmente em cidades do interior), tinha muita dificuldade em achar material sobre RPG. Umas poucas livrarias vendiam os jogos e nem sempre continuavam a linha, não existia um meio muito fácil de conhecer as novidades e trocar experiências era somente quando se achava alguém que também gostava do hobby (na velha história de “acho que conheço um cara que joga também e posso trazer ele para o grupo”).

Para a maioria de nós que vivíamos essa época e não tínhamos o domínio do inglês, existia um bastião, um farol de esperança, um paladino na linha de frente que nos guiava e nutria com boas novas sobre o RPG: a revista Dragão Brasil (DB).

rdragaobrasil

É realmente difícil explicar o serviço imenso que essa revista prestou à comunidade de RPG em seu tempo.  Ela fornecia muito material de campanha, desde regras para adaptar animes e filmes para a mesa até criar um sistema próprio de RPG gratuito para iniciantes, o 3D&T, passando por variações e explicações das regras dos diferentes sistemas. A DB também ajudava em outros aspectos do jogo, como dicas para mestres, aventuras e campanhas de RPG até aspectos “fora do jogo”, por exemplo como organizar os jogos, sugestões sobre como lidar com os outros jogadores, como montar pequenos eventos de RPG na sua cidade etc…

Isso sem contar com o melhor cenário de campanha que nós temo no Brasil: Tormenta!!! Nosso querido mundo era ampliado um pouquinho a cada mês, nos ajudando a matar a saudade do lugar e dos personagens quando não estávamos jogando.

Em 2005 o “Trio Tormenta” (Marcelo Cassaro, J.M. Trevisan e Rogério Saladino), os principais responsáveis pela edição da revista, tiveram problemas com a antiga editora e saíram do projeto. A revista foi continuada por um outro grupo, mas sem a qualidade de antes. Ao “Trio” original se juntaram mais três pessoas (Leonel Caldela, Gustavo Brauner e Guilherme Del Svaldi), o “Trio Ultimate” e juntos começaram uma nova revista chamada Dragon Slayer, numa óbvia provocação à antiga editora. Mas a revista, apesar de muito boa ainda, não tinha mais uma periodicidade como antigamente. Somado com o visível desgaste que foi o processo de saída da antiga editora e com todos os membros do Trio Tormenta e Trio Ultimate trabalhos em outros projetos, a revista foi aos poucos sendo descontinuada até que cessou as publicações em 2013.

Mas agora isso mudou.

A Dragão Brasil está de volta.

uzvyz2d

Chamado às armas!

Após uma brincadeira com Stranger Things, os antigos editores da revista perceberam que seus leitores nunca haviam os abandonado. Nós estamos ainda aqui. Qual um rumor contado por um velho na taverna (quem a população local NUNCA leva a sério!), a notícia da possível volta do Dragão atiçou nossa curiosidade.

Sentimos o chamado para a missão. E, como bons aventureiros que somos, não deixamos um gancho desses passar em vão.

Enquanto você lê essa matéria, pouquíssimas horas após o lançamento do financiamento, o projeto já bateu mais da metade de suas metas. A aventura já começou e vai acontecer. Resta saber se você irá ficar de fora ou irá embarcar nessa com a gente.

Humm, quer dizer que você aceita a missão? Então é só fazer o seguinte:

O projeto é financiado através do Apoia.se e funciona assim: existem 3 faixas de contribuição mensais e cada uma dá uma recompensas diferentes. O mínimo são 07,00 reais e já lhe dá o direito a receber a revista. É importante frisar que só haverá versão digital da nova Dragão Brasil, devido a diversos fatores, mas principalmente para manter o custo da mesma acessível. Fora isso há diversas metas que, se alcançadas, geram maior conteúdo para a revista. De início, a revista será mensal e irá conter 50 páginas, podendo ter mais de acordo com as metas forem sendo alcançadas. Portanto, a contribuição será contínua, numa espécie de assinatura mensal, garantindo que os editores terão dinheiro para pagar todo mundo que está produzindo a revista.

Para contribuir, basta clicar em:

APOIAR A REVISTA DRAGÃO BRASIL!!!

Boa aventura!