Covil de Livros 69 – Orgulho e Preconceito

Bem-vindos, amigos, ao Covil de Livros! Estão com suas mesuras e seus passos de dança bem ensaidos? Pois hoje Basso, Edu, Cecília e Soraya formam pares de dança e entram nos salões e solares para desvendar as intrigas de Orgulho e Preconceito! Escrito pela “rainha” Jane Austen e publicado em 1813, o romance suscita discussões até hoje, um verdadeiro clássico da literatura mundial.

Agradecemos a participação de nossas convidadas e indicamos procurá-las em seus sites:

 

Quer falar com a gente? Então…

itunes logotwitter-logo-300x168Logo-Facebook-300x168Feedburner-logo-300x225

 

 

Ou mande um e-mail para COVILDELIVROS@COVILGEEK.COM.BR

  • Isa Prospero

    Vi o tema do cast e VIM CORRENDOOOOO <333 Orgulho e preconceito é um dos meus livros preferidos, sou apaixonada pelo filme de 2005 e a minissérie da BBC. O episódio foi ótimo! Gostei da discussão sobre clássicos na escola, ri muito com a história dos alunos da Cecília!
    Os livros da Austen são às vezes considerados "de mulherzinha" (o que já um termo que eu acho péssimo, mas enfim), mas também fazem críticas sociais e são um retrato da natureza humana… Lembro daquela citação do Tolstoi que, se vc quer escrever sobre o mundo, deve escrever sobre sua própria vila (ou algo do tipo): a Austen faz justamente isso. Os livros dela são super intimistas e 200 anos depois a gente ainda se identifica com eles.
    Aliás, o melhor comentário que já li é que eles passam no teste de bechdel "inverso", pq não tem uma única cena em O&P (talvez em todos os livros dela) em que há só homens conversando! hahaha
    Vcs já viram aquela série do youtube, The Lizzie Bennet Diaries? É uma recontagem moderna do livro em formato de vlog e é muuuito boa. O legal são algumas adaptações pra nossa época: em vez da Charlotte aceitar se casar com o Mr. Collins, por ex., ela aceita um emprego na firma dele porque precisa trabalhar pra ajudar a família.
    Enfim, como que vcs tão na pegada dos clássicos, já leram Jane Eyre? A escrita da Brontë é mais densa que a da Austen e a história se move mais lentamente, mas a protagonista é outra mulher foda e o livro também é considerado proto-feminista. E eu pessoalmente amo o romance central do livro. Se vcs acham o Darcy um babaca, o Rochester é mil vezes mais escroto.
    E falando em clássicos, façam um cast de Crime e Castigo, pfvr. Quero literatura russa no covil!
    Bjs!

    • Oi Isa, ficou bom esse episódio né? Foi muito legal de gravar e falar desse livro, eu Edu nunca li Jane Eyre, não sei se o Bassoloide leu, vamos ver sse ele responde aqui, mas do que ele fala? Deuses, mais babaca que o Darcy? Ele deve chutar filhotinhos e odiar pizza… Crime e Castigo? Ok, mais uma indicação anotada aqui, quem sabe? Obrigado pelo comentário ^^
      bjs!

      • Isa Prospero

        Oi, Edu! É sobre uma governanta que vai trabalhar na casa de um ricaço recluso e chato e se apaixona por ele. Eu gosto pq o relacionamento deles é meio Lizzie e Darcy, eles são muito sarcásticos e inteligentes. Ó, vou deixar minha resenha pra convencer vcs: https://blogsemserifa.com/resenha-jane-eyre/ Bjs!

    • Camila Vieira

      Isa, li Jane Eyre mês passado e estou completamente apaixonada pelo livro! Como eu me envolvi com história! E realmente, Mr Rochester ganha no quesito escrotidão.
      Abraço

  • Gustavo Bacelar

    Por incrivel que pareça eu li o livro, e como o Edu disse, tomei um trauma, muito provavelmente pela idade que tive que ler, em inglês ainda por cima.

    Ainda tenho que dar uma chance aos velhos clássicos, como Dom Casmurro (eca) e ler novamente para ver se a idade realmente faz diferença.

    Parabens pelo podcast 🙂